PESO SOB MEDIDA!

Há 6 anos, a cirurgia bariátrica me ajudou a alcançar a meta de ser magra. Agora, o desafio é aflorar a empreendedora que há em mim, oferecendo produtos e serviços de altissima qualidade.
Sejam bem vindos!

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Tomada de decisão!




Sempre me achei uma mulher bonita, bem resolvida, feliz. amiga. Olhava-me no espelho e não me via gorda. Via uma mulher um pouco acima do peso, mas que tirava isso de letra. Achava que eu estava feliz assim, gorda. Nunca tive problema de auto-estima por estar gordinha...
Ano passado fui à Goiânia saber sobre a cirurgia do intestino para emagracimento, mas não tive coragem de ir adiante, afinal, não estava tão gorda assim (como assim? Eu estava com 93 Kg!). Cheguei a pensar que ia fazer só uma plástica na barriga e tudo ficaria bem.
Na minha última viagem de férias, caí na real. Ví-me com medo da cama e cadeira quebrarem comigo... nem dormia direito, com medo da cama despencar e eu morrer de vergonha do meu marido. Lá, ele fez 44 anos. Ninguém acreditou (aliás, ninguém acha que ele tem a idade que tem), e como é bom parecer mais jovem do que se é, não é mesmo? O que me assustou foi as pessoas acharem que ele é mais jovem do que eu, sendo que sou 5 anos mais nova.
Aí, ele preocupado comigo, disse-me com carinho:

- Meu bem, você não parece velha, as pessoas apenas te acham mais senhora.


AIIIIIIIIII! Que peso foi essa senhora nas minhas costas. Jesus! Como foi que não vi que eu estava indo na direção de ser considerada mais velha do que sou e que estava cada dia mais gorda!!!! Fiquei arrasada.

Cheguei de Ilhéus e comecei a me analisar direito.
Por que nunca fui a um clube com as crianças (meu filho, o mais velho, tem 13 anos)?
Por que não brinco com eles, não corro?
Por que não tomo banho de piscina na casa do meu pai há anos?
Por que não quero ir na cidade do meu pai?
Por que uma parte inteira do meu guarda-roupa é preta (inclusive as roupas de dormir)?
Por que só me olho no espelho do pescoço para cima?
Por que demorei tanto para ver o quanto estava infeliz gorda?
Por que tanto medo de tirar a pedra da minha vesícula?
Por que todas as compulsões que estou desenvolvendo: roer as unhas, comprar e comer compulsivamente?
Por que trancar a porta para tomar banho?
Por que só fazer amor no escuro?
Por que a dificuldade que estou criando para sair de casa?
Por que as dores no joelho, na cabeça, na coluna, a pedra na vesícula, o excesso de gordura no fígado?

Pior fiquei quando vi a balança apontar 100kg. Tirei a venda dos meus olhos. Foi uma BOMBA!!!!!!!!!! Caí na real. Ví que eu estava tentando tapar o sol com a peneira e indo em direção a uma depressão! SIM, eu estou muito gorda. E agora? Preciso tomar algumas decisões e tem que ser agora, já!


Me fiz um juramento: Não entro 2009, gorda. Posso até estar gorda, mas tenho que fazer algo para acabar de vez com essa tortura que vem comigo desde a infância. E tem que algo definitivo, pois já fiz todas a dietas possíveis, tomei tudo quanto é remédio e nada. Emagreço rápido e engordo mais rápido ainda...

Decidi então procurar um médico para operar a minha vesícula e, se possível, fazer a cirurgia bariátrica. Claro que fui pensando: Nenhum médico vai querer me operar. Não sou tão gorda assim. E minha família, marido, nunca vão concordar comigo... Aiaiai...

Foi aí que me enganei. O médico disse-me que eu precisava fazer sim, já que estava me sentindo tão mal. Meus pais e minhas irmãs incentivaram. Meu marido e amigos também. Aí eu vi... eu realmente estou gorda demais e ninguém tinha tido a coragem de me falar isso, já que eu me olhava e não me via. Nossa Senhora, como pude fazer isso comigo?

Foram muitos os exames solicitados. Comecei pela sessão psicológica, quando eu realmente admiti tudo isso, sem neuras, mas ciente que não podia esperar mais. Chegou a hora de fazer isso por mim. Esse é o maior sonho da minha vida, gente: Ser magra... pois já nasci gordinha e fui gorda a vida inteira... Agora chega!!!!!!!!!


Vou começar uma longa jornada e aqui falarei sobre tudo que antecede, o durante e o depois da cirurgia bariátrica, o que sinto, o que faço, o que ouço, o que está acontecendo em toda a minha vida. Espero contar com quem vai ler meus textos, fazendo comentários e me apoiando (tô fora que quem quer me dissuadir a não fazer!).

Um comentário:

  1. Nooosssaaaa!! Parece que estou lendo parte da minha história!!?? :) Rsrsrsrsrsrs
    Parabéns pela decisão... eu tb já tomei a minha e se Deus quiser faço minha cirurgia em janeiro!!
    Vc mora em Brasília?? Vai fazer a cirurgia com qual médico mesmo??
    Bjus
    Tudibom

    ResponderExcluir

Comente aqui e volte sempre! Bjos!