PESO SOB MEDIDA!

Há 6 anos, a cirurgia bariátrica me ajudou a alcançar a meta de ser magra. Agora, o desafio é aflorar a empreendedora que há em mim, oferecendo produtos e serviços de altissima qualidade.
Sejam bem vindos!

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Efeito platô?????


Humor: Hoje estou meio-down. Tenho me sentido assim de vez em quando. São dias que não consigo me alimentar direito, fico enjoada, com a cabeça pesada e vontade de ficar só deitada. Até dormir à tarde, coisa que antes não fazia de jeito nenhum, ando fazendo nesses dias (quando dá né!). Não sei porque isso acontece. Já tirei minha pressão e ela está normal. Amanhã estarei bem de novo. Desconfio que acontece nos dias que não durmo bem. Vou observar direitinho.
Proteína: Comprei ontem a proteína líquida que minha nutricionista, Dra Mariana, me indicou e confesso que O_D_I_E_I! Argh! Juro que me senti um veículo (risos), pois a embalagem parece um litro de óleo de carro e o líquido é igualzinho também. Sei que é pro meu bem, mas só devo tomar quando não conseguir atingir com a alimentação e a proteína em pó, a quantidade de 80 a 100g de proteína pura por dia (juro que vou fazer de tudo para atingir, mas se não der, dá-lhe proteína líquida!). Ah! As proteínas em barra também estão liberadas.
Para esclarecer: "O consumo de proteínas, na quantidade ideal, favorece a perda de peso e evita a perda de massa muscular. Cabelos, pele, unhas, músculos e etc. são basicamente formados por proteínas." Dra. Mariana.
Alimentação: Sobre a minha alimentação, continuo com problema para digerir frango. As outras coisas, não tenho problema, graças a Deus. Estava liberada para comer quase tudo, e agora entraram as barrinhas de cereal ou frutas (adoro Supino Light!), verduras e folhas cruas. A mastigação vai bem, obrigada, mas tem dia que dá uma preguiça!!!!!
Peso: Sei não, gente, mas acho que entrei nessa tal fase platô (quando estacionamos num peso por uns tempos). Perdi 12 quilos nesses 50 dias de operada, me sinto bem, mas não deveria estar perdendo mais? Nos primeiros 8 dias, perdi 6,5kg. De lá pra cá, + de 40 dias, perdi 5,5kg. Estou achando tão pouco. Será que estou doida?
Sentindo-me "platorizada", resolvi pesquisar sobre o que de fato é esse EFEITO PLATÔ? E como a internet é uma excelente fonte de pesquisas, encontrei o artigo intitulado de “Supere o efeito platô”, da nutricionista Roberta Stella, graduada pela USP.

Segue o artigo abaixo:
"Peso estabilizado. Isso à primeira vista parece excelente, mas se está suando a camisa para esvaziar as células de gordura, isso é simplesmente desesperador e desestimulante. Quem é que sente vitorioso em pesos absolutamente iguais durante semanas? Convenhamos, ninguém. Análises da alimentação são feitas e a disciplina de monge foi cumprida ponto a ponto. De quem é a culpa? Nessa história não existe bandido nem mocinho. Simplesmente o seu organismo está se adaptando a uma situação a ele imposta. A estabilização do peso após um período de tempo é chamada de efeito Platô.
Eliminar peso resulta em mudanças na composição corporal. Uma é óbvia: redução da quantidade de gordura que está distribuída pelo corpo. A outra, muitas pessoas podem estranhar. Durante o emagrecimento ocorre a perda de massa magra ou
músculo, mesmo que essa perda seja pequena.
A necessidade de energia que o organismo precisa para manter o peso varia de acordo com a composição corporal, ou seja, com a quantidade de massa magra e de gordura. Assim, é normal que uma pessoa que esteja diminuindo de peso atinja um patamar onde a quantidade de energia consumida não forneça mais o déficit calórico (energia consumida menor que a energia necessária para a manutenção de peso).
Parece complicado isso? Em poucas palavras, pessoas que apresentam excesso de peso necessitam de uma maior quantidade de energia para que o peso fique estabilizado. Assim, se a mesma pessoa começa a eliminar peso, a necessidade de energia para manter também vai diminuindo até que ela chegue à quantidade de energia que está sendo consumida para emagrecer. Resultado: estabilização do peso.
Para fugir do efeito Platô, algumas mudanças devem ser feitas:
  • Revisão do plano alimentar e diminuição da quantidade calórica
  • Aumento da quantidade de exercícios. Se nesse ponto ainda não começou a se exercitar, é um bom momento para começar
  • Se já faz atividade física, converse com o professor de fitness. Talvez esteja na hora de mudar as séries de exercícios praticadas
  • Tenha uma alimentação variada. Saboreie diferentes alimentos para que não sinta privações
  • Mantenha-se estimulado sempre
  • Não perca a determinação. A estabilização é normal e é possível sair dela
  • Consulte sempre um nutricionista. Ele esclarecerá as suas dúvidas e mostrará o melhor caminho para voltar a eliminar peso
  • Não se sinta culpado. Nunca.

É importante enfatizar que não é recomendado iniciar um plano de redução de peso com uma alimentação extremamente restritiva. Quem não pensa que para emagrecer é necessário uma alimentação contendo 1200 Kcal? Isso é muito comum de se ouvir. Mas não é verdade. Pessoas não são iguais e uma recomendação pode variar entre elas. A pior notícia é que com o tempo, a restrição deverá ser aumentada. E quem se sente estimulado a ingerir 1000 Kcal, 800 Kcal diárias? E, nutricionalmente, não é recomendado. "

Então... mãos à obra!

Por hoje é isso...

Bjos.

8 comentários:

  1. Ah Cláudia, relaxa, nem é platô! O emagrecimento é diferenta pra cada organismo, não esquenta, o importante e vc seguir tudo que sua nutri te manda fazer, não desistir e não se sabotar!!!!

    Outra coisa importante é ver seus exames, já está tomando Centrum? Ferro? Pode ser uma leve anemia, o que é normal acontecer, né?

    Se cuida!

    ResponderExcluir
  2. claudinha tb fico com a kbeça a 1000!!! estou como vc emagreci muito no ínicio e agora estou engatinhando já até parei de me pesar pra não ficar angustiada! Vamos passar por isso!!!!
    bjim

    ResponderExcluir
  3. Tem um presente para vc no Fio hoje.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Buen provecho. Interesante blog y tú muy bonita.

    Saludos,
    desde Lima-Perú

    ResponderExcluir
  5. ~Parabéns pelo blog!
    Acho que o que você está passando não é platô não... É uma fase que realmente se perde peso mais devagar.
    Eu realmente acho que estou nesta fase pois fazem 15 dias que permaneço com a dieta e uma média de 1 a 2 horas de exercícios diários e não desceu mais nem uma grama da balança. Deve ser isso!
    Mas continue assim!
    BOA SORTE :)

    ResponderExcluir
  6. Olá, meu nome é Adriane e estou operada a 65 dias...tb estou na neura do platô - eliminei 18kg até agora, sendo que nas duas últimas semanas nenhum!!!! Hoje decidi, após ler alguns blogs de operadas - VOU COMEÇAR A MALHAR. Desejem-me sorte!

    ResponderExcluir
  7. Oi meu nome é Agda e eu tb estou operada a 53 dias ,perdi 14kg ate agora e ja fazem quase mes não consigo sair destes 90 kilos conversei com meu medico e ele disse que estou em plato,comecei academia a 1 semana ,estou meio neurotica e se não conseguir emagrecer mais....por isso estou buscando trocar ideias com quem ja passou por isso e superou,Parabens Claudia pelo seu sucesso vc esta linda!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, meu nome é Caroline, operei dia 05/02/13, emagreci 10 kg pouco antes de completar 1 mês, fiquei super feliz, mas a algumas semanas não saí disso, estou quase completando o segundo mês e nada! Apesar de ser frustrante, fiquei feliz de ler outros depoimentos com o mesmo problema, saber que não sou só eu... e que tem solução! Dá um medo de passar por uma cirurgia dessa e não ter resultado, mas temos muito tempo! Chegaremos lá!

    ResponderExcluir

Comente aqui e volte sempre! Bjos!