PESO SOB MEDIDA!

Há 6 anos, a cirurgia bariátrica me ajudou a alcançar a meta de ser magra. Agora, o desafio é aflorar a empreendedora que há em mim, oferecendo produtos e serviços de altissima qualidade.
Sejam bem vindos!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Dumping! Até hoje????

É isso mesmo, meu povo. Tenho crises de dumping até hoje, 4 anos após a cirurgia.

Para quem não conhece o termo, a Síndrome de Dumping é uma reação que o organismo do pós-operado tem quando come algo que desestabiliza o organismo. No meu caso, acontece com o açúcar. Já me disseram que o açúcar passa muito rápido para o intestino e é ele, o intestino, o responsável pela crise.

Quando como mais que uma certa quantidade (e cada dia é uma diferente), o meu organismo, tentando se reestabilizar, joga uma quantidade grande de água no estomago/intestino. Assim, o corpo fica fraco e etc. Essa água dizem que vem do próprio corpo.

Quais os sintomas em mim?
Tudo começa com uma náusea. Aí a pressão arterial começa a abaixar e dá fraqueza, dor de cabeça...  Vem junto a vontade de colocar tudo para fora e enquanto não faço isso, não melhoro. O coração dispara e parece que vai sair pela boca. As vezes tenho um sono incontrolável também. Relatam desmaios, mas eu nunca desmaiei. Fico muito fraca e preciso deitar.

O melhor a fazer é isso mesmo: deitar, beber água para ajudar o organismo a retirar o açúcar em excesso que EU coloquei lá e esperar. Após uns 40 minutos (isso mesmo!!), o coração se acalma, as náuseas vão diminuindo e tudo vai voltando ao normal. Mas só após uns 60 a 100 minutos volto a ficar bem. Aí começa a peregrinação para o banheiro. Parece que estou cheia de água. Após duas horas fico bem mesmo, como se nada tivesse acontecido. Como pode???

Então, o melhor a fazer é evitar o doce, ter uma alimentação saudável e, quando for comer doce, respeitar o seu limite e não extrapolar. Estando em crise, não se desespere, faça o que tem que fazer, deite-se e espere a crise passar. Você vai ficar bem.

Beijos!!!

Um comentário:

Comente aqui e volte sempre! Bjos!